O Barato de Iacanga vence 11º edição do IN-EDIT Brasil

O Barato de Iacanga vence 11º edição do IN-EDIT Brasil

A 11ª edição do IN-EDIT Brasil, mostra de cinema dedicada aos documentários musicais, apresentou seus vencedores. O longa ‘O Barato de Iacanga’ consagrou-se como o grande vencedor da competição. Já a obra que aborda aspectos íntimos da vida do cantor e compositor baiano Dorival Caymmi, recebeu os prêmios do Júri e do Público.

O Barato de Iacanga

O longa dirigido por Thiago Mattar, com 93 minutos de duração, aborda a realização de um festival de música no Brasil dos anos 70, que ficou conhecido como o Woodstock Brasileiro. Realizado pela primeira vez em 1975, o Festival de Águas Claras teve mais três outras edições em anos posteriores e representou um posicionamento político por parte de seus integrantes e frequentadores, já que na época o Brasil vivia a Ditadura Militar.

Confira os trailers e sinopses abaixo:

O Barato de Iacanga

(Thiago Mattar, Brasil, 2019, 93’)

Mesmo sob o jugo da ditadura militar, o Brasil teve um Woodstock para chamar de seu. O ano era 1975 e o jovem Antônio Cecchin Jr, o Leivinha, resolveu organizar um festival de rock na fazenda de sua família, em Iacanga (SP). A primeira edição levou nomes como Mutantes, O Som Nosso de Cada Dia, Jorge Mautner, entre outros. Após um hiato de 6 anos, o Festival de Águas Claras, foi retomado e teve mais três edições, reunindo grandes nomes da música brasileira.

O filme, dirigido por Thiago Mattar, nos traz esta aventura um tanto quanto maluca e perigosa: afinal de contas, ter que lidar com as forças da ordem sempre envolve algum risco. Com muitos depoimentos e imagens de arquivo, temos um belo retrato de uma história de ativismo político.

 

Dorival Caymmi – Um Homem de Afetos

(Daniela Broitman, Brasil, 2019, 90’)

Dorival Caymmi, juntamente com seus amigos Jorge Amado e Carybé, foi um dos responsáveis pela definição da Bahia no século XX dentro do imaginário brasileiro, além de se posicionar como um dos monstros sagrados da música brasileira, influenciando gerações de cantores, compositores e instrumentistas.

Neste filme, a diretora Daniela Broitman traz um retrato íntimo e familiar de Dorival Caymmi. Com entrevistas de seus filhos Dori, Danilo e Nana e amigos próximos, além de imagens e depoimento do próprio Caymmi, podemos testemunhar seu universo.

 

Atuo como roteirista e produtor executivo de TV há 12 anos. Passagens por BAND, SBT e produtoras independentes no departamento de roteiro e desenvolvimento de projetos com trabalhos exibidos no Multishow, Canal Sony, SBT, Disney Channel e NETFLIX. Auxilio produtores a formatarem seus projetos com as consultorias em produção executiva e roteiro.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

13 − um =