O StartUp da Origina

O StartUp da Origina

Os últimos dois meses têm sido bem corridos por aqui. Desde o final de Abril, quando resolvi montar uma agência de conteúdo audiovisual, minha agenda tem sido bastante puxada. Organizar uma empresa não é algo simpes, ainda mais quando se está atuando num mercado praticamente inexplorado.

Startup: estratégia do mar azul

Os gurus do business chamam isso de estratégia do mar azul. O nome faz bastante sentido e ilustra bem a situação. Se você fosse o capitão de um navio, onde escolheria navegar? Num mar repleto de outros navios, todos procurando e disputando seu espaço, algumas vezes até entrando em conflito entre si, ou num mar sem outros barcos, onde somente você navegaria com espaço de sobra?

A segunda opção parece mais tentadora. O grande problema dessa metáfora é que ela pode te levar a pensar que o mar azul é simples de ser navegado. Porém, a realidade é bastante diferente disso. O mar azul não possui rotas de navegação estabelecidas. Se por um lado você tem a vantagem de poder navegar sem concorrência, por outro lado é bem mais difícil de saber onde estão os bancos de areia, as tempestades e as marés revoltosas.

Abrir uma empresa para atuar num mercado ainda pouco explorado é mais parecido com fazer uma trilha na floresta. Quando ninguém ainda fez a trilha, é você que tem de empunhar o facão para abrir essa trilha, ao mesmo tempo em que precisa ficar de olho na bússola para não se perder.

Uma vez aberta, a trilha pode ser usada por outras pessoas, que irão sofrer menos para percorrer aquele percurso, pois um caminho já foi traçado. Na medida em que mais pessoas pecorrem essa trilha, ela vai sendo aprimorada, até se tornar uma estrada.

Primeiro evento da Origina

Pois bem. Estou percorrendo essa trilha do agenciamento de roteiristas, produtores e de conteúdo audiovisual no Brasil. Algo que já é feito há algumas décadas nos EUA, mas que ainda não foi implantado aqui. Talvez pelas características desafiadoras do nosso mercado, que ainda passa por uma fase de desenvolvimento.

Agora estou à caminho do FRAPA, um evento de roteiristas em Porto Alegre. Vou divulgar a agência, participar de um painel e fazer várias rodadas de negócios em busca de boas ideias e de bons roteiristas. Em seguida, tenho o Prêmio ABRA de Roteiro no RJ. Evento onde sou um dos organizadores.

Há muito trabalho pela frente. Vamos seguindo com nossa navegação, ou trilha.

Roteirista e Produtor Executivo de TV, atua há 10 anos no mercado audiovisual com passagens por produtoras independentes, emissoras de TV aberta e fechada. Montou a Origina em 2015 para se tornar produtor independente, com foco em agenciamento de roteiristas, criação de conteúdo e planejamento. É diretor de Comunicação da ABRA - Associação Brasileira de Autores Roteiristas e sócio-fundador da GEDAR -Gestão de Direitos de Autores Roteiristas. Meu perfil profissional está disponível no Linkedin

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

três × 3 =